NotíciasPolítica

Os desafios e a evolução do ensino no Brasil são debatidos em encontro

De 14 a 16 deste mês, o “Diálogos sobre a Educação” vai reunir autoridades e especialistas para debater melhorias para a educação brasileira. Realizado pela Organização de Estados Ibero-americanos no Brasil (OEI), o evento é gratuito e terá formato híbrido

Dezembro, 2022. A 2ª edição do “Diálogos sobre a Educação”, realizada de 14 a 16 de dezembro, vai reunir em Brasília, autoridades e especialistas para debater os desafios e propor melhorias para a educação brasileira.

Realizado pela Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura no Brasil (OEI), o encontro será pautado pelas diversas temáticas que pautam o contexto educacional em todo o país e terá participação de atores relevantes como José Henrique Paim, ex-ministro da Educação e atual coordenador da equipe de transição na área da educação; Benjamin Zymler, ministro do Tribunal de Contas da União (TCU); Francisco Gaetani, especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental; Nuno Crato, ex-ministro da Educação de Portugal; Ricardo Henriques, superintendente executivo do Instituto Unibanco; Gilvan de Oliveira, coordenador da Cátedra UNESCO em Políticas Linguísticas para o Multilinguismo; Fernanda Castro Marques, do Movimento Colabora Educação; além de outros especialistas na área..

“Reunimos grandes nomes para discutir o ensino no Brasil. Anunciaremos os resultados de nossa pesquisa sobre a educação na primeira infância e das ações desenvolvidas para promover as línguas portuguesa e espanhola nas escolas públicas, apresentando insumos para expandir o número de falantes de ambas as línguas na região ibero-americana, que hoje registra mais 800 milhões de pessoas no mundo. Vamos fazer um grande debate com mais de 20 especialistas sobre um tema urgente e fundamental para o país: a governança na Educação — com a participação de agentes públicos de diversas áreas, inclusive de instituições de controle, como o TCU e a CGU”, detalha Raphael Callou, diretor da OEI no Brasil.

O primeiro dia do encontro será dedicado aos debates sobre a educação na Primeira Infância, além da divulgação dos resultados da pesquisa inédita do projeto “Primeiros Anos”, desenvolvida pela OEI no Brasil, que retrata a qualidade da oferta da educação infantil no país. Os dados, coletados a partir de entrevistas com mais de 5 mil pessoas, entre profissionais da área, pais e gestores escolares, serão base para propor a formulação de novas políticas públicas voltadas para crianças com idades de zero a 6 anos, faixa etária crucial para o pleno desenvolvimento humano.

“Entender como ocorre a oferta na educação infantil da rede pública brasileira é o primeiro passo para aprimorar políticas públicas para essa fase. Os cuidados adequados e as informações recebidas desde o nascimento permitem uma infância sadia, e consequentemente o desenvolvimento de senso crítico, apropriação de direitos e deveres, além de possibilitar melhores oportunidades de emprego, saúde, realização pessoal e habilidades sociais e emocionais importantes ao longo da vida. Um cidadão responsável, realizado e saudável impacta positivamente um país”, explica Callou.

No segundo dia, os idiomas português e espanhol serão abordados no contexto do bilinguismo e da interculturalidade, como forma de fortalecer a produção cultural, acadêmica e econômica das nações ibero-americanas, proposta do projeto Escolas Interculturais Bilíngues: Cruzando Fronteiras, desenvolvido pelo organismo internacional em parceria com Ministério da Educação. Também haverá lançamento do livro com relatos de boas práticas nas escolas públicas brasileiras, em especial aquelas que fazem fronteira com o Brasil. A programação inclui ainda a repercussão dos resultados e desdobramentos de dois encontros importantes realizados pelas nações ibero-americanas: a Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola (Cilpe), realizada em 2019, em Portugal, e em 2022, no Brasil.

O terceiro e último dia do evento discutirá a importância da Governança na Educação. Na ocasião será lançada uma coletânea de livros, com mais de 40 artigos sobre o tema, reunindo os principais juristas e gestores de educação do país para analisar como a governança e os projetos organizacionais são fundamentais para que as experiências educativas assegurem de fato o desenvolvimento dos jovens e crianças. “Governança e a Educação Básica”, “Governança e o Regime de Colaboração”, e “A Relação da Governança com o Controle”, são os três volumes de livros que serão lançados no evento, em cerimônia seguida de noite de autógrafos.

Semana da Educação OEI

Data: 14 a 16/12

Horário: 9 horas

Local: Complexo Brasil XXI, Sala Santa Cruz, Brasília (DF)

O “Diálogos sobre a Educação” terá formato híbrido com transmissão ao vivo pelo YouTube — (clique aqui) e participação presencial gratuita, por meio de inscrição no site.
Sobre a Organização de Estados Ibero-americanos (OEI) – Sob o lema “Fazemos a cooperação acontecer”, a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) é, desde 1949, o primeiro organismo intergovernamental para a cooperação Sul-Sul no espaço ibero-americano. Atualmente, fazem parte do organismo 23 Estados-Membros, 19 escritórios nacionais, além da Secretaria-Geral sediada em Madri. Com mais de 400 acordos e convênios ativos com entidades públicas, universidades, organizações da sociedade civil, empresas e outras organizações internacionais — como a União Europeia, o Banco Mundial, BID, CAF, a Unesco e a CPLP— a OEI representa uma das maiores redes de cooperação da Ibero-América. Entre seus resultados, a organização tem atualmente mais de 17 milhões de beneficiários diretos de seus projetos.

 

Contato para imprensa
Débora Da Col Tavares

Assessora de Imprensa da OEI

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlock detectado!

Nosso site exibe alguns serviços importante para você usuário, por favor, desative o seu AdBlock para podermos continuar e oferecer um serviço de qualidade!