DestaquesNotícias

Número de eleitores jovens cresce 14% em relação ao último pleito municipal, aponta TSE

Dados do Tribunal Superior Eleitoral mostram um aumento de 14% no número de eleitores com 16 e 17 anos em comparação com as eleições municipais anteriores. São Paulo lidera como o estado com mais jovens aptos a votar

De acordo com informações divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o número de eleitores jovens, com idade entre 16 e 17 anos, cresceu significativamente, registrando um aumento de 14% em relação ao último pleito municipal, realizado em 2020. Os dados mais recentes, atualizados em janeiro deste ano, apontam que o país conta com 1.177.127 adolescentes aptos a votar nas eleições de outubro, em comparação com os 1.033.040 eleitores nessa faixa etária nas eleições de quatro anos atrás.

 

O voto para os jovens de 16 e 17 anos é facultativo. Apesar disso, desde as últimas eleições gerais, em 2022, o TSE vem registrando um crescimento constante na quantidade de adolescentes que tiram o título de eleitor. Em 2022, foram cadastrados 2.116.781 jovens eleitores, representando um aumento de 51% em comparação com as eleições gerais de 2018, quando 1.400.613 pessoas com 16 e 17 anos estavam aptas a votar.

 

São Paulo é o estado com o maior número de jovens eleitores, totalizando 160.689. Além disso, entre as cinco unidades da federação com mais votantes nessa faixa etária estão Bahia (95.899), Maranhão (93.463), Ceará (87.970) e Minas Gerais (86.664).

 

O número de eleitores jovens tende a aumentar até as eleições, uma vez que o prazo para cadastramento junto à Justiça Eleitoral permanece aberto até 8 de maio. Jovens que completam 16 anos até o 1º turno das eleições de 2024, marcado para 6 de outubro, podem requerer o título de eleitor.

 

O processo de alistamento eleitoral pode ser realizado por meio do autoatendimento eleitoral, disponível na página do TSE. No entanto, é necessário que o eleitor compareça ao cartório eleitoral em até 30 dias para a coleta dos dados biométricos e validação do pedido.

 

Segundo o TSE, cerca de 152 milhões de eleitores estão aptos a votar em candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores nas próximas eleições municipais.

 

Em relação às regras para as eleições de 2024, o TSE aprovou resoluções e normas que orientarão partidos políticos, coligações, candidatos e eleitores sobre o que será permitido e o que será vedado durante o pleito. Entre as medidas, está a regulação do uso da inteligência artificial e a proibição do uso de propaganda eleitoral com conteúdo fabricado ou manipulado, sob pena de caracterizar abuso de utilização dos meios de comunicação.

 

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlock detectado!

Nosso site exibe alguns serviços importante para você usuário, por favor, desative o seu AdBlock para podermos continuar e oferecer um serviço de qualidade!