NotíciasPolítica

Governo de Goiás abre licitação para eletrificar frota do Eixo Anhanguera

Documento define critérios para aluguel de 114 ônibus articulados 100% elétricos, que vão modernizar e dar mais qualidade ao transporte coletivo do principal corredor de mobilidade da capital e suas extensões – Goianira, Senador Canedo e Trindade

Foi publicado no Diário Oficial de Goiás nesta sexta-feira (10/2) o edital de eletrificação da frota do Eixo Anhanguera, projeto prioritário da segunda gestão do governo de Ronaldo Caiado. O foco é a modernização do transporte coletivo na capital ao adotar um sistema operacional sustentável, zero poluente e de extremo conforto aos usuários.

O documento prevê o aluguel de 114 ônibus articulados 100% elétricos que irão substituir por completo a frota do Eixo Anhanguera e ainda abastecer suas extensões ao interligar a capital às cidades de Goianira, Senador Canedo e Trindade. O edital exige que cada veículo tenha capacidade mínima para 145 passageiros, sendo pelo menos 50 deles sentados.

Os veículos devem ser articulados com sistema de interligação entre vagões, ter autonomia mínima de 200 quilômetros por carga de bateria e equipados com dispositivo que permite embarque e desembarque de passageiros cadeirantes. Também devem ser climatizados, com tomadas para carregamento de celular em cada um dos assentos e sinal de wi-fi disponibilizado gratuitamente.

“É o desenvolvimento ocorrendo com respeito ao meio ambiente e com toda condição de conforto ao cidadão. Estamos buscando o que há de mais moderno”, frisou o governador Ronaldo Caiado.

A empresa vencedora da licitação na modalidade pregão eletrônico ainda será responsável pela manutenção integral dos veículos, bem como pela implantação e instalação da infraestrutura de recarga e suporte (locação de carregadores); adaptação da estrutura da oficina e garagem da Metrobus, pelos próximos 16 anos.

“Goiás está dando um passo significativo na modernização do transporte coletivo, com um modelo de veículo visto em cidades desenvolvidas do Hemisfério Norte, onde o transporte coletivo é utilizado pela maioria da população, irrestritamente”, avalia o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima.

Sobre a licitação
A licitação será realizada de forma eletrônica, pelo critério menor preço, observado o valor máximo global estimado em R$ 1.542.576.052,16, ao longo de 16 anos de contrato, com valor mensal estimado em R$ 74.820,59 por ônibus, incluindo manutenção da frota, locação dos carregadores e adaptação da infraestrutura de carregamento dos ônibus. A composição dos valores estimados utilizou dados do mercado, de custos de manutenção da frota, tributos, pesquisa de campo, dados de fabricantes e dados colhidos no Procedimento de Manifestação de Interesse PMI.

As propostas deverão ser encaminhadas, através do sistema eletrônico www.comprasnet.go.gov.br, até às 8h59 do dia 27 de março de 2023 (segunda-feira). O pregão será realizado em sessão pública virtual que ocorrerá no mesmo sistema (www.comprasnet.go.gov.br), no dia 27 de março, a partir das 9h, mediante condições de segurança, criptografia e autenticação, em todas as suas fases.

“Com o projeto de implantação de eletrificação da frota da Metrobus, as viagens no Eixo Anhanguera serão mais regulares, seguras, silenciosas e confortáveis”, afirma o presidente da Metrobus, Francisco Caldas.

O diretor-presidente da Goiás Parcerias, Diego Soares, explica que a população verá uma grande diferença na qualidade do serviço de transporte. “Durante todos os processos de estudo, buscamos o mercado para oferecer à população goiana as melhores soluções para o transporte na região metropolitana de Goiânia”, aponta.

Foto: Secom
Secretaria-geral de Governo – Governo de Goiás

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlock detectado!

Nosso site exibe alguns serviços importante para você usuário, por favor, desative o seu AdBlock para podermos continuar e oferecer um serviço de qualidade!