ENEL Distribuição Goiás realiza Projeto Energia na Escola em Goianira

Iniciativa busca orientar alunos e professores sobre a importância do uso consciente de energia. Durante a ação, serão entregues brindes para os participantes.

29 de agosto de 2019
por

 A Enel Distribuição Goiás realiza o projeto Enel Compartilha Energia na Escola, nesta sexta (30) e segunda-feira (2), na Escola Municipal Chico Martins, em Goianira. O projeto tem o objetivo de estimular alunos e professores da rede pública sobre o uso consciente da energia elétrica. A ação é realizada em duas etapas: no primeiro dia, os professores selecionados passam por capacitação sobre temas como o conceito de eficiência energética e desenvolvimento sustentável e sobre formas de produção de energia e seus impactos; no segundo momento, os alunos participam de palestras e oficinas lúdicas, ministradas por equipes da Enel, com auxílio dos professores. A Enel também doa kits com eco bag, caderno, caneta e agenda telefônica para os professores e estojo, lápis, borracha, régua, apontador e giz de cera 6 cores para os alunos. Ao todo, cerca de 95 pessoas, entre alunos e professores, participarão do projeto.

A Enel Distribuição Goiás começou a realizar o Enel Compartilha Energia na Escola em maio deste ano. O projeto já passou por nove escolas de Goiânia, Goianira, Senador Canedo e Bela Vista de Goiás, e contou com a participação de mais de mil pessoas. O estudante Rafael Wayne, de 12 anos, aluno do Colégio Shallon, em Goiânia, que participou da primeira edição do projeto, conta que não conhecia todos os processos que eram feitos até que a energia chegasse até as tomadas de casa e não sabia como gastar menos energia. “A palestra nos incentivou a usar a energia da forma mais correta. Aprendemos que coisas simples, como apagar a luz quando saímos, tomar banhos menos demorados e desligar o videogame da tomada, podem contribuir para a economia na conta e ajudar o nosso planeta”, explica.

foto: divulgação

Além disso, o estudante engajou, por conta própria, os colegas da escola para participarem da arrecadação de lacres de alumínio para campanha da Enel em prol do Instituto Entre Rodas, que atende crianças com necessidades especiais. O material é vendido e o dinheiro doado para a compra de cadeiras de rodas para pessoas carentes. Os clientes da Enel Distribuição Goiás que quiserem aderir à campanha e doar ao projeto, podem levar os lacres em um dos postos de coleta localizados em Goiânia e Região Metropolitana. Para saber mais sobre o projeto e os pontos de coleta, basta acessar www.entrerodas.org.

O Enel Compartilha Energia na Escola é desenvolvido a partir de materiais didáticos do Programa de Eficiência Energética Procel nas Escolas. Cada instituição recebe um kit com 10 livros do professor, 70 livros de cada série e 70 cadernos de atividades, totalizando 430 itens, que ficam disponíveis na biblioteca da escola. O Procel nas Escolas é um projeto interdisciplinar criado pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), Ministério de Minas e Energia, em parceria com o Ministério da Educação, e realizado pelas concessionárias de energia elétrica do país a partir de recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O projeto faz parte do Programa Enel Compartilha, da plataforma de Sustentabilidade da Enel no Brasil, que busca promover o consumo consciente e o acesso à energia a todas as pessoas, além de impulsionar o desenvolvimento socioeconômico local. O programa é regido pela legislação federal, em especial a Lei n° 9.991, de 24 de julho de 2000, e regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Ao assumir um compromisso público com as Nações Unidas com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), a Enel através do seu Programa de Eficiência Energética, coloca em prática iniciativas capazes de levar energia limpa e acessível, colaborar com a educação das comunidades atendidas, promover a eficiência do uso de recursos energéticos e contribuir para as mudanças climáticas do planeta. Com tudo isso, o programa impulsiona, no mínimo, os ODS’s de número 1, 4, 7, 8 e 17.