Sociedade

Núcleo de Proteção aos Queimados em Goiânia é um exemplo para o mundo

O nascedouro de uma instituição da saúde que é, sem sombras de dúvidas, uma área de proteção aos queimados fundamental para salvar vidas em agonia vitimadas por acidentes de queimaduras em todo Brasil Central.  O Núcleo de Proteção aos Queimados – NPQ, Começou em 1984 com campanhas informais de prevenção levadas as escolas de ensino fundamental – Os três filhos do Dr. Nelson Picolo, a Mônica, o Nelson e a Maria Thereza – médicos formados no início da década de 80 ao entrarem em contato com essa realidade impressionante sentiram a necessidade de complementar a assistência dada aos seus pacientes e familiares investindo em prevenção pesquisa e assistência social, desta forma procurando novos parceiros.  Organização não governamental de Utilidade Pública a nível municipal, estadual e OSCIP (organização da sociedade civil de interesse público) a nível federal, situada no coração de Goiânia, setor Oeste. Então meu caro leitor, caso tenha oportunidade, vá conhecer a verdadeira realidade de um cidadão mutilado fisicamente, psicologicamente e porque não dizer excluído por mim, por você e pela nossa “hipotética sociedade”.

Projeto desenvolvido, na área da saúde por alguns heróis da medicina, que merecem o nosso respeito. Com isto conheça e leia, é importante, o relatório abaixo das atividades, dos meus arquivos, do Núcleo de Proteção aos Queimados – NPQ, descritos e cedidos pela sua direção descrevendo o seu histórico, bem como seus projetos:

 – O Núcleo de Proteção aos Queimados – NPQ – cujo nome jurídico é Associação de Assistência e Proteção aos Sobreviventes de Queimaduras – é a consequência natural da realização do sonho do Dr. Nelson Piccolo e de sua mulher Dra. Emilia Ilda Sarto Piccolo que através de grande determinação, persistência, e pioneirismo, fundaram o Pronto Socorro para Queimaduras Ltda. – entidade privada – dedicada ao tratamento de pacientes queimados, modificando permanentemente o destino de milhares de pessoas que passaram a ter acesso a tratamento especializado. O hospital fundado em abril de 1968 em Goiânia mantém-se aberto 24 horas por dia desde então. Foi inaugurado com 10 leitos, equipe de 20 funcionários e tinha naquela época uma previsão otimista de atender entre 100 a 150 pacientes por ano, números esses que 44 anos depois, superam a marca dos 310.000. Dados estatísticos, não atualizados, fornecido pelo próprio Instituto em 2012.

– Desde seu inicio, o hospital caracteriza-se por uma visão progressista, desenvolvendo tecnologia própria – planta física, mesa cirúrgica, confecção de curativos e órteses; buscando novos tópicos e novas formas de coberturas cutâneas (curativos biológicos). Incentivou, promoveu e priorizou sempre o atendimento ambulatorial com períodos cada vez mais curtos de internação hospitalar a formação de equipe multiprofissional com grande ênfase na enfermagem, fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional e assistência social.

O Hospital de Queimaduras é hoje referencia em todo o mundo

– A obra não seria completa se o amor dos pioneiros pelo tema não encontrasse continuidade. Na década de 80, os três filhos do casal – Monica, Nelson e Maria Thereza – após formarem-se médicos e buscarem suas especializações dentro das áreas de cirurgia, terapia intensiva e clinico nutricional dermatológica retornaram ao serviço. Aproveitando a enorme dedicação de cada um, as diferenças pessoais e a diversidade da especialização profissional obtida, eles ampliaram as possibilidades de serviços oferecidos a esses pacientes assim e como os resultados finais obtidos, possíveis pela inauguração do Instituto Nelson Picolo, serviço voltado para cirurgia plástica reconstrutora e estética, dermatologia, nutrologia e atividades essenciais de suporte aos pacientes queimados – fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia, terapia ocupacional, psicologia, entre outras. Essa disposição, juventude e dedicação da nova geração trouxe a preocupação com os problemas sociais ligados a casuística dos pacientes queimados, principalmente crianças que à época representavam aproximadamente 50% dos atendimentos realizados no Pronto Socorro para Queimaduras. Surgia então a ideia de retribuição social do Grupo Piccolo através da prevenção.

 – Em 1998, o Dr. Nelson Pecúlio já falecido em 1988, foi agraciado com um prêmio internacional doado pela Sociedade Internacional de Queimaduras – International Society for Burn Injuries, ISBI – que reconheceu seus enormes pioneiros esforços para a melhoria do tratamento ao paciente queimado. Este prêmio possibilitou a fundação jurídica do Núcleo de Proteção aos Queimados – NPQ – em 1999 e a doação de mais de 300 cirurgias reconstrutoras a crianças queimadas com sequelas funcionais, além de dar nova ênfase aos projetos sociais em desenvolvimento informal e mesmo favorecer novos projetos.

 – O Núcleo de Proteção aos Queimados – NPQ – é uma organização não governamental de Utilidade Pública a nível Municipal e Estadual e OSCIP (organização da sociedade civil de interesse público) a nível Federal, que tem como objetivo o desenvolvimento de projetos de cunho social, visando alertar, educar, pesquisar, apoiar e recapacitar pessoas sobreviventes a queimaduras e seus familiares. Para tanto, coordena ações educativas, integradoras, de capacitação e apoio técnico.

– Prioriza projetos preventivos a ser divulgada em escolas, mídia eletrônica e impressa, visando alertar e educar crianças menores de 14 anos para que assumam atitudes de prevenção, muitas delas domésticas, porém potencialmente perigosas. Ao mesmo tempo, desenvolve projetos assistenciais, buscando reduzir as sequelas físicas e ou psicológicas do sobrevivente as queimaduras.

É comum que pacientes salvos voltem para agradecer o esforço das equipes do Hospital

O Núcleo de Proteção aos Queimados – NPQ, dentro da sua dinâmica de suas ações, não poupou esforços de estender ao campo social as suas atividades como forma de ampliar sua inserção junto aos seguimentos a fim de desenvolver projetos na divulgação dos efeitos causados pelas queimaduras, são eles:

 – Socialização – Acampamentos realizados no campus da UFG em 1992, 1994 e 1996, com sobreviventes de queimaduras para reintegração / recapacitação social. Ao mesmo tempo realizou treinamento da vítima em potencial para que venha a ser agente multiplicador da prevenção, interferindo no comportamento de seus familiares e amigos.

 – Educativo: “Sábado sem Queimaduras”, Queimaduras – evite essa cicatriz – Apresentação de vídeo preventivo e exposição de material elucidativo sobre prevenção e palestras com fotos com a classificação das lesões, principais agentes etiológicos e primeiros socorros em escolas da rede estadual e privada. Discussão com audiência a respeito de mitos e verdades sobre queimaduras. Concurso de melhor desenho – tema Queimaduras – no ensino fundamental de colégio da rede particular de ensino, após conscientização da problemática pelas crianças durante duas semanas. Distribuição de livretos educativos para melhor fixação das informações oferecidas em três versões – ilustrado, para colorir e álbum de figurinhas.  Entre 1984 e 2012, já foram atingidos aproximadamente 22.000 mil alunos.

 – Prevenção – Atividade “Anjos da Terra” – projeto desenvolvido em parceria com emissora de rádio FM de alcance regional, durante as comemorações do Dia das Crianças, por cinco anos (1991/1995), atendendo a comunidade com palestras educativas, utilizando recursos didáticos com projeção de diapositivos e entrega de material gráfico (cartilhas), ilustrando as situações mais comuns que causam queimaduras e os primeiros socorros.

 – Conscientização – Chamadas em envolvimento através de emissora de rádio FM desde 1990 abordando conselhos preventivos considerando a sazonalidade dos acidentes.

Divulgação – Campanha “Evite esta Cicatriz” em parceria com a Fundação Jaime Câmara e o Governo do Estado de Goiás com veiculação na TV aberta local, de peças audiovisuais com depoimentos de pacientes e alertas para o público em geral, vinhetas para rádios, painéis fotográficos e cartilhas distribuídas em escolas da rede pública estadual.

Festa Junina sem Queimadura – comemorações folclóricas muitas vezes perpetuam hábitos culturais perigosos. Este evento realizado em comemoração ao Dia Nacional do Queimado 06 de junho – chama atenção para a gravidade dos fogos de artifícios em mãos não preparadas – quer sejam adultas ou infantis – e para a possibilidade de diversão alegre, bonita e segura. Primeira foi realizada em 2003, sendo a de 2012 nossa 10° edição com público aproximado de 1000 participantes.

Assistencialistas – cirurgias reparadoras de sequelas funcionais em pacientes sobreviventes as queimaduras – Projeto Esperanza. O NPQ busca parcerias com diversas instituições públicas ou privadas como patrocinadores e mantém convênios com o Instituto Nelson Picolo para realização das cirurgias sem cobrança de honorários dos médicos cirurgiões.

Construção do acervo cultural NPQ: captação, a partir de 1984, de obras de diversos artistas com direito a reprodução e uso da imagem a fim de possibilitar a captação de recursos para manutenção básica da instituição. Este acervo é e será guardado na sede do NPQ, em exposição permanente e posteriormente fará parte da sua biblioteca, onde qualquer pessoa poderá obter dados de pesquisa sobre o tema ou informações estatísticas, práticas e vivenciais. Algumas destas obras foram reproduzidas em camisetas, agenda telefônica, e agenda anual de compromissos, disponíveis na sede e no site – www.npq.org.br – do NPQ.

Apoio ao Sobrevivente a QueimadurasASQ: O impacto visual que uma queimadura exerce é muito grande e fonte de angústias intensas. Durante a fase aguda desequilibra relações interpessoais pré-existentes. Após o fechamento das lesões muitas vezes continua a interferir gravemente na vida das pessoas porque é de conhecimento geral que uma pessoa com cicatrizes é vista com reservas pela sociedade. O paciente pode apresentar problemas severos de ordem psicológica, pela deformidade em sua própria imagem, o que pode levar a perder, às vezes, a sua própria identidade. Segregam-se e são segregados, exilam-se e são exilados do convívio social. Apoiando-o em seu processo com supervisão do psiquiatra e psicoterapeuta.

Formação do corpo de voluntários: para suporte ao paciente ou familiar em seu domicilio, captação de recursos, organização de eventos beneficentes, e como agentes propagadores da prevenção de acidentes.

Cultural – Momento Cultural NPQ – apresentação de vídeo documentário seguido de discussão de crenças populares sobre queimaduras com a audiência e apresentação de peça teatral relacionada ao tema. Distribuição gratuita de livros ilustrados sobre hábitos culturais ligados ao tema. É realizado em parceria com alunos da ESEFEGO.

Reinserção social – Projeto THEZ – maquiagem corretiva. Muitas cicatrizes não são candidatas a cirurgias reconstrutoras por diferentes razões. Esse projeto ensina a utilização de produtos profissionais com técnicas profissionais de cobertura de cicatrizes para que o indivíduo possa ter sua penetração no ambiente social livre de constrangimento que a cicatriz costuma provocar.

          Não me canso de repetir, que aprendo, aprendendo respeitar as pessoas com suas diferenças naturais sob o eixo de linha do ponto de vista de cada um, contribuindo para que o tempero de ideias possa formar uma nova visão sobre a vida efêmera e passageira nesse infinito de universo de muitas existências. Então, instituição como essa, em minha opinião, merece todo respeito da sociedade, mesmo porque, fundamentalmente tem tido uma papel, não apenas de restaurar as cicatrizes dos queimados, mas, o de  inseri-lo, em casos graves, junto à sua comunidade.  Para a reflexão do meu caro leitor, deixo aqui a seguinte frase do livro Fonte Viva, que diz: “Façamos do próprio caminho abençoado manancial de trabalho e fraternidade, auxílio e esperança, a fim de que o nosso Hoje Laborioso se converta para nós em Divino amanhã”. Muita Paz!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlock detectado!

Nosso site exibe alguns serviços importante para você usuário, por favor, desative o seu AdBlock para podermos continuar e oferecer um serviço de qualidade!