Promoção de direitos marca Dia Internacional da Luta da Pessoa com Deficiência

Lançamento do Banco Municipal de Cadeiras de Rodas e do aplicativo de transporte acessível e encaminhamento de projeto sobre calçadas acessíveis à Câmara Municipal estão entre as ações da Prefeitura de Goiânia  

30 de novembro de 2018
Várias ações serão apresentadas pela Prefeitura de Goiânia à comunidade nesta segunda-feira, 3, na celebração alusiva ao Dia Internacional da Luta da Pessoa com Deficiência. Em solenidade no Paço Municipal, às 9 horas, será criado em parceria com a Associação dos Acidentados do Trabalho do Estado de Goiás (Aciteg) o Banco Municipal de Cadeiras de Rodas. Além disso, será lançado o aplicativo de transporte acessível e o prefeito Iris Rezende o projeto da Lei de Calçadas e encaminhará à Câmara Municipal.

O banco de cadeiras de rodas é de iniciativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas (SMDHPA), por meio da Superintendência Municipal da Pessoa com Deficiência, e prevê diminuir as dificuldades de quem fica com alguma deficiência temporária. “A pessoa sofre algum acidente, realiza uma cirurgia e vai precisar da cadeira de rodas, andadores, muleta e terá à sua disposição esse serviço da prefeitura”, esclarece o secretário de Direitos Humanos, Filemon Pereira.

O superintendente municipal da Pessoa com Deficiência, Antônio José, salienta que o banco só foi possível graças a uma doação de 30 cadeiras de rodas e a parceria com a Aciteg. “Além disso, vamos fazer uma campanha para receber e repassar para as outras pessoas. As vezes a pessoa comprou uma, mas foi curada e poderá também doar para o banco solidário. A ação também tem um espírito solidário”, afirma.

Na solenidade, o prefeito Iris Rezende assinará o projeto da Lei de Calçadas e encaminhará à Câmara Municipal. Construído desde 2015, o documento ajusta todo ordenamento que existia na capital. “Decretos e portaria  foram condensados visando fortalecer as ações que já constam no decreto 3057 de 2015, que prevê acessibilidade nos espaços públicos e privados”, esclarece Antonio José, ao ressaltar que a calçada do Paço Municipal já está com as obras de adequação em fase de conclusão.

A atual gestão também irá promover acessibilidade no trânsito e nos espaços públicos da capital. São 20 lombofaixas (faixas com relevo), 22 semáfaros sonoros, 15 kits de brinquedos acessíveis para os parques e praças e a Rota Acessível, que consiste na construção de uma calçada acessível entre o Crer, no Setor Negrão de Lima até a ADFEGO, no Leste Vila Nova. “É um quilômetro de rota que vai facilitar quem precisa deslocar entre as duas instituições”, esclarece Filemon. Estes serviços estão em processo de licitação e contam com a parceria de outras pastas municipais: SMT, Seinfra, Gepac, Comurg e AMMA.

Será lançada, ainda, nesta segunda-feira, uma versão acessível do SIM da RMTC, que faz o monitoramento do horário do ônibus. O aplicativo terá a mesma base do já existente. Ao baixar, o usuário vai escolher a versão acessível.  Também será disponibilizado no sistema android e em janeiro no IOS. “Trará comodidade ao deficiente visual e segurança, pois ele poderá deslocar ao ponto quando o ônibus estiver chegando”, conclui Filemon.

Dia Internacional da Luta da Pessoa com Deficiência
Foi instituído pela Organização das Nações Unidas em outubro de 1992, em comemoração ao término da década 1983-1992. A partir de então, a cada ano, no dia 03 de dezembro, é estimulada uma reflexão sobre os direitos da pessoa com deficiência, tanto na instância nacional como na municipal.

Essa iniciativa tem como objetivo conscientizar a sociedade para a igualdade de oportunidades a todos os cidadãos, promover os direitos humanos, conscientizar a população sobre assuntos de deficiência, celebrar as conquistas da pessoa com deficiência e pensar a inclusão desse segmento na sociedade, para que ele influencie os programas e políticas que o afetem.

As Nações Unidas buscam enfatizar os significativos benefícios que a acessibilidade pode trazer, tanto para pessoas com deficiência quanto para a sociedade, e a divulgação desse fato entre os governos, as empresas e o público em geral. Neste sentido, como um dos princípios básicos dos Direitos Humanos, a acessibilidade se insere no contexto mais amplo da promoção da igualdade.

Serviço
Assunto: Prefeitura lança vários serviços no Dia Internacional da Luta da Pessoa com Deficiência
Data: 03/12/2018
Horário: 9h
Local: Paço Municipal, Salão Nobre 6º andar