Baixa umidade do ar faz Goiás emitir alerta de perigo

1 de agosto de 2018
por
O Instituto de Meteorologia emitiu alerta para que a população de Goiás se hidrate ingerindo bastante líquido e evite o máximo possível a exposição ao sol nas horas mais quentes do dia. De acordo com o Instituto, a umidade relativa do ar no Estado deve ficar entre 12% e 20%, o que justifica o estado de alerta e uma maior atenção para o risco de incêndios florestais e problemas de saúde, como ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz, além de problemas respiratórios.
 
As instruções são para que as atividades físicas reduzidas, os banhos sejam menos demorados, a exposição ao sol evitada e que seja feito o uso de hidratantes e umidificadores de ambiente, além de inalações e da lavagem do nariz com soro fisiológico.
 
De acordo com médicos,  O tempo seco pode ressecar as vias aéreas, viabilizando a proliferação de vírus e agravando doenças e alergias respiratórias, como asma, que pode ser tanto crônica, quanto alérgica. A ingestão de água e permanência em locais ventilados são ótimas maneiras de prevenção.
 
O Instituto diz que após este período de estiagem a chuva deve voltar a cair na capital goiana na sexta (3/8).