Na convenção do MDB, Andrey Azeredo ressalta apoio a Daniel Vilela e Dona Iris 

4 de agosto de 2018
por

O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Andrey Azeredo, participou, na manhã deste sábado, 4 de agosto, da convenção estadual do MDB de Goiás. O evento foi realizado a partir das 9h na Capital, no Oliveira’s Place (Setor Bueno), e reuniu mais de cinco mil pessoas, dentre emedebistas e apoiadores, para referendar a candidatura a governador do deputado federal Daniel Vilela (MDB). Para o Senado foram escolhidos o deputado federal Pedro Chaves e Agenor Mariano. No encontro, o PHS declarou apoio à chapa de Daniel Vilela.

      A convenção lotou o auditório do Oliveira’s Place e as ruas ao redor do local. Participaram do encontro lideranças emedebistas como o candidato à Presidência da República, o ex-presidente do Banco Central e ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, a primeira-dama da Capital e candidata a deputada federal, Íris Araújo, o ex-governador Maguito Vilela, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, além de deputados, prefeitos, vereadores e membros da sigla de todos os 246 municípios goianos.

      Novo rumo para Goiás 

      Andrey foi um dos primeiros a falar na convenção. Ele comemorou a participação massiva dos emedebistas no evento e ressaltou que o partido dará “um novo rumo a Goiás com Daniel Vilela. Aqui nesse auditório lotado estão mulheres e homens que há 20 anos sofrem mas trabalham com dedicação na oposição mostrando o que está errado e precisa ser corrigido.” E acrescentou, declarando seu apoio à primeira-dama de Goiânia: “Também precisamos fazer de Dona Íris a deputada federal mais votada do Estado para levar ao Congresso Nacional mais honradez e seriedade. Vamos juntos!”

      Emocionada pelos aplausos e gritos da plateia, Iris Araújo aproveitou para elogiar o trabalho e a trajetória política de Iris Rezende, a quem ela chamou de “grande timoneiro do MDB”. Ela ainda afirmou que “devemos a Iris a grandeza do nosso partido e a empolgação da militância.” Acerca das eleições de outubro, ela enfatizou que “tenho muita tranquilidade de colocar meu nome à apreciação do eleitorado. Não me faltam disposição nem coragem para essa empreitada”, disse.

      Renovação e ousadia

     Já o prefeito Iris elogiou a candidatura de Daniel afirmando que ela “não é resultado de conchavos e nem de acordos, veio espontânea pelo que ele representa para Goiás”. Ele relembrou a trajetória política de Daniel e elogiou a “juventude, ousadia e coragem do deputado federal. Daniel será o governador que vai restaurar a dignidade e a confiança dos goianos . Nunca foi tão necessário trabalho árduo e espírito público para que possamos corresponder às expectativas dos nossos eleitores. É preciso união e empenho de todos.”

      Daniel Vilela, visivelmente emocionado, discursou criticando o “colapso total da Saúde e da Segurança Publica no Estado. É preciso fazer propostas que sejam exequíveis, otimizar despesas e maximizar as receitas para que Goiás tenha condições de fazer investimentos nessas áreas. A política pode e deve transformar a realidade.”

     O melhor projeto 

     Daniel também garantiu que, uma vez eleito governador, investirá no uso da tecnologia para tornar a vida dos cidadãos mais fácil, renovará a política e as práticas administrativas do Estado e dará prioridade a mais investimentos para saúde, segurança e educação. “Minha candidatura não está focada em alianças. Ela representa um novo Goiás. Temos condição de oferecer o melhor projeto para os goianos e é isso que faremos”, declarou.

      Goiás na Presidência   

     Sendo o último a falar, Henrique Meirelles pegou o microfone sob os gritos da platéia que bradava o bordão “chama o Meirelles!” Ele afirmou que “vamos criar 10 milhões de empregos no Brasil”, e, falando de sua carreira internacional, relatou que, “no mundo inteiro, nos EUA, na Europa, quando me perguntavam se eu era brasileiro, eu dizia: sou de Goiás, do coração do Brasil!”. Muito aplaudido, conclamou: “Vamos levar Goiás à Presidência da República!”