NotíciasUtilidade Pública

Mais de 12 mil detentos participam de treinamento de Inteligência Emocional nos presídios brasileiros

Segundo o Sistema de Informação do Departamento Penitenciário Nacional (Sisdepen), o Brasil registra mais de 662 mil detentos espalhados pelas unidades prisionais de todo o país, além de 175 mil pessoas em prisão domiciliar.

Cerca de 12.738 detentos e 16.401 agentes de segurança participaram do Método CIS, maior treinamento de Inteligência Emocional do país. O curso foi ministrado por Paulo Vieira, autor best seller, coach, conferencista internacional, fundador e presidente da Febracis

São apresentadas ferramentas de inteligência emocional para os detentos e agentes de segurança e, segundo PV, a mudança de comportamento foi significativa. “Quando surgiu a pandemia, veio a oportunidade de nós treinarmos mais e mais pessoas, de nos voluntariarmos com o nosso trabalho de inteligência emocional”, afirma. “Treinamos milhares de detentos em todo o Brasil”, comemora.

O investimento nos detentos busca torná-los capazes de se reerguer e se reinserir na sociedade após o cárcere. O autor acredita ser possível evitar a reincidência por meio de ferramentas de inteligência emocional e de uma reconfiguração da mentalidade. “Hoje, a inteligência emocional é a habilidade mais importante neste mundo que nós vivemos”, pontua o coach.

 

 

Botão Voltar ao topo
Fechar

AdBlock detectado!

Nosso site exibe alguns serviços importante para você usuário, por favor, desative o seu AdBlock para podermos continuar e oferecer um serviço de qualidade!