Associação Goiana de Municípios faz nota de repúdio contra ENEL

19 de fevereiro de 2019
por

A Associação Goiana dos Municípios – AGM – vem a público externar seu repúdio face a péssima qualidade na prestação do serviço de distribuição de energia elétrica pela ENEL, no tocante à duração e frequência de interrupções no fornecimento, medidas pelos indicadores de continuidade denominados DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) e FEC (Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora).

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou 2 (dois) reajustes na tarifa de energia gerando um efeito acumulado de 35,91% na conta de energia dos municípios do Estado. Contudo, os indicadores de qualidade DEC e FEC tiveram uma melhora de apenas 10% e 17% respectivamente, conforme quadro abaixo:

A péssima qualidade do serviço tem se mantido e os indicadores vem demonstrando os resultados, comparativamente a período antes da privatização.

Esta Associação entende que a situação atual de distribuição de energia é de verdadeira afronta as leis e aos princípios que regulam os serviços concedidos, tais como universalidade, continuidade, eficiência, modicidade e atualidade. Assim, não se concebe tamanho desleixo.

Por fim, vale ressaltar que, a ENEL também ficou em último lugar, na comparação com as outras distribuidoras do Centro Oeste, relativo ao IASC (Índice Anual de Satisfação do Consumidor).

 

 

 

PAULO SÉRGIO DE REZENDE – PAULINHO

PRESIDENTE DA AGM