“Não vou fazer obra politiqueira”, garante Caiado durante caminhada em Goiânia

Em mais uma agenda junto à população, o líder da coligação “A Mudança é Agora”, Ronaldo Caiado (Democratas), caminhou pela feira do Setor Pedro Ludovico, em Goiânia, na manhã deste domingo, 16. 

17 de setembro de 2018
Acompanhado do candidato a vice-governador Lincoln Tejota (PROS) e de candidatos a deputado estadual e federal, o senador conversou com os moradores e comerciantes sobre as principais demandas da região.
Entre os principais pedidos estão a conclusão da Praça de Esportes do Setor Pedro Ludovico, que foi abandonada pelo atual grupo que domina Goiás há 20 anos, e a entrega das escrituras para famílias que moram no bairro há 60 anos.
“Tudo que for gerência do Estado, iremos cumprir. Sou austero e só autorizo o que tenho certeza que consigo pagar, não vou fazer obra politiqueira. São mais de R$ 2 bilhões jogados fora com obras inacabadas em Goiás. Preciso do apoio de vocês, pois eles estão há 20 anos no poder, não querem largar a teta. Como eu disse, são carrapatos e estão grudados para valer. Nós precisamos arrancá-los de uma vez”, garantiu.
Líder absoluto em todas as pesquisas já divulgadas, Caiado tem como principal ativo eleitoral a proximidade com o povo. Ao contrário dos adversários, que evitam sair às ruas por medo da alta rejeição, o líder democrata é abraçado por onde passa e quase não consegue caminhar sem pedidos de selfies, beijos e abraços dos goianos.
“Quero agradecer a todas as pessoas, dizer da alegria com que nossa campanha tem sido recebida em cada município nos quatro cantos de Goiás. Em todos os lugares, essa energia boa. Lembro sempre que nesta eleição não vamos mudar apenas o governador, vamos mudar a maneira de se governar”, completou.
A apenas três semanas do pleito, marcado para 7 de outubro, o candidato da coligação “A Mudança é Agora” vai intensificar a agenda na capital e no interior, com objetivo de vencer ainda no primeiro turno. “Com o apoio dos goianos, numa campanha propositiva, limpa e de combate total à corrupção, estamos cada vez mais fortes”, arrematou.