Você tem um caso de amor?

12 de junho de 2018
Gisele M. Machado
por

Coach de Relacionamento e Palestrante Motivacional

Você acha possível amar alguém se você não se ama? Como anda seu relacionamento consigo? Você se conhece na essência? Você se ama para valer? Se você respondeu a todas as perguntas com SIM, parabéns! Caso tenha respondido NÃO para alguma delas, está na hora de dar um mergulho no seu autoconhecimento. De se assumir exatamente quem você é e deixar o personagem que criou no passado. Nossa tendência, em especial na fase da adolescência, é a de criar um personagem para sermos amados e aceitos. Com isso, esquecemos de nos assumir e sermos quem verdadeiramente que somos. Quando nós assumimos de verdade, amar e ser amado passa a ser algo tranquilo e feliz.

Um relacionamento a dois saudável, é aquele pautado na confiança, sinceridade, lealdade, fidelidade, afinal, ninguém é obrigado a ficar com ninguém, respeito, consideração, amizade, cumplicidade, empatia, compaixão e principalmente AMOR. Sem esses ingredientes o relacionamento fica incompleto e insatisfatório. A simples troca de olhar tem que ser entendida. A cumplicidade tem que ser profunda. Nada melhor do que um olhar para o outro e dar aquela risadinha de: “Entendi”.

Quando você se conhece na essência e se mostra para o outro sem medo, nada pode dar errado no relacionamento. Não existe surpresa, não existe aquela fala: “Estou te estranhando, você não era assim”. Fingir ser o que não é dá muito trabalho, especialmente quando se finge para agradar o outro. Primeiro tem que vir você, depois o outro. O amor para ser vivido tem que ser, antes de tudo, verdadeiro.

Portanto, reflita bem o que você está vivendo em termos de amor, não só o amor de amantes, mas de forma geral, em todas as esferas. Permita-se dar um mergulho na sua essência e assumi-la por completo sem medo de ser ou não aceita. Aliás, a aceitação começa por você. O mundo com certeza será bem melhor de se viver, o dia que todos entenderem essa premissa. VIVA O AMOR!