STOCK CAR: Pela segunda vez, Rubens Barrichello fatura UM MILHÃO DE REAIS em Goiânia.

6 de agosto de 2018
Junior Cardoso
por

Junior Cardoso tem 23 anos, é profissional da área gráfica e apaixonado por automobilismo. Desde 2016 é editor da página Falando de Motor no Facebook, a qual destina suas energias nas horas vagas.

Certamente a nossa capital traz sorte ao piloto paulista. Barrichello saiu da segunda posição em uma prova que parecia certa para Daniel Serra mas alguns eventos trouxeram um final emocionante que resultou na vitória do Rubens.

Rubinho teve a sua segunda vitória milionária na Stock Car, sendo que a primeira também foi aqui em Goiânia, em 2014. A Corrida do Milhão acontece desde 2008 e por três ocasiões foi disputada em Goiânia – 2014, 2015 e 2018. Pode fazer as malas e vir morar aqui, né?!

Rubinho é milionário na Stock Car

Daniel Serra tinha tudo para levar o milhão. Serrinha fez a pole, disparou na largada e dominou a primeira parte da corrida, até a parada nos boxes. Lá, o carro #29 morreu e com isso, Daniel perdeu várias posições e teve que fazer uma corrida de recuperação, chegando em 8°.

Largada da Corrida do Milhão

Antônio Félix da Costa foi outro que voou baixo. O #444 acelerou bem e já tomou a segunda posição logo na largada, partindo pra cima de Daniel Serra. O Português fez uma grande prova, chegando a liderar em alguns momentos mas como ele mesmo postou em seu instagram, faltou um pouco mais de experiência. Félix, perdeu a liderança na última parada nos boxes.

Felipe Massa com seu pneu furado

Max Wilson foi o 2° colocado. Max fez uma prova consistente, largou na quarta posição e foi construindo sua prova com calma e solidez. No final, foi um caso de estratégia, onde a Eurofarma RC fez um grande trabalho e deram a segunda posição ao piloto e faltou muito pouco pra vencer. Max poderia sim ter vencido, mas foi um grande resultado.

Confesso que não esperava uma vitória do Rubinho nessa prova. Na largada ele perdeu a segunda posição e também vinha sendo ultrapassado por outros carros. Creio que era apenas economia, já que no final ele partiu pra cima e concluiu com uma ótima parada faltando apenas 2 voltas pro final.

Lá atrás vinha Felipe Massa que fez uma prova razoável, chegou a andar até em 13° mas um pneu furado atrapalhou a vida do piloto. Massa andou bem com o Stock, que é um carro pesado e com menos potência e aerodinâmica, completamente diferente do que estava acostumado. Felipe fez uma prova de exibição, já que o foco é a Formula E.

Um ponto que deve ser destacado é a comunicação na prova. Informações devem ser repassadas aos pilotos com mais rapidez, já que o safety car quase causou uma batida em uma de suas entradas na pista. A direção de prova também demorou muito para decretar bandeira amarela no acidente do Galid Osman, sendo que a barreira de pneus desmontou e alguns vieram para o meio da pista.

No mais, a prova de Goiânia foi uma das mais legais da temporada. Teve safety car, ultrapassagens na pista, trocas de posições devido a estratégias, foi uma corrida emocionante e a temporada ainda promete.

Pra encerrar, tem o vídeo da última volta onboard no carro do Rubinho. Muito legal ver a emoção do piloto ao cruzar a linha de chegada.